SUBLUXAÇÃO
Poder das Mãos Web
Redes Sociais
Links Úteis
ARTIGOS
Fígado gordo, cirrose e doenças afins
Fígado gordo, cirrose e doenças afins
 
O fígado gordo, a hepatite alcoólica, a cirrose, a cirrose biliar primária, a colangite esclerosante primária e o défice de alfa1-antitripsina podem resultar de uma lesão do fígado. Muitos factores podem produzir uma lesão no fígado, mas em algumas destas doenças desconhece-se a origem da lesão.
 
Fígado gordo
 
O fígado gordo define-se como uma acumulação excessiva de gordura (lípidos) dentro das células hepáticas.
 
Por vezes, a causa do fígado gordo é desconhecida, especialmente nos recém-nascidos. Em geral, as causas conhecidas correspondem a lesões do fígado. O fígado gordo quase nunca ocasiona sintomas. Raramente produz icterícia, náuseas, vómitos ou hipersensibilidade abdominal.
 
Quando se encontra, numa exploração física, um físico aumentado sem a existência de nenhum outro sintoma, sugere-se a possibilidade de um fígado gordo, cujo diagnóstico pode ser confirmado praticando uma biopsia. Para tal, utiliza-se uma agulha comprida oca a fim de obter uma pequena amostra de tecido para a sua análise ao microscópio. A simples presença de um excesso de gordura no fígado não representa um problema grave. O tratamento tem como objectivo suprimir a causa ou aliviar a alteração subjacente. As repetidas agressões ao fígado provocadas pelas substâncias tóxicas como o álcool podem transformar um fígado gordo numa cirrose hepática.